Campanha Vacinação – Alterações

//Campanha Vacinação – Alterações

 

 

 

O Ministério da Saúde mudou o início da campanha de vacinação contra influenza e H1N1 de abril para março, afim de proteger pessoas que são consideradas grupo de risco quanto aos vírus mais comuns da gripe. Devido a pandemia do coronavírus no mundo e que já chegou ao Brasil, cada estado e município junto ao Governo Federal tem buscado estratégias para diminuir o contagio do vírus. Esta vacina não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico da gripe, já que os sintomas são parecidos, e ajuda também a reduzir a demanda por serviços de saúde.

Estudos apontam que a maior parte dos casos graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos, grupo que corresponde a aproximadamente 20 milhões de pessoas no Brasil. Por isso, a primeira fase da campanha contempla esse público.

 

Falta de Vacinas

 

A campanha está temporariamente paralisada por desabastecimento das vacinas. A previsão é que na próxima semana tudo esteja normalizado e a campanha siga normalmente.

 

Alteração

 

O Ministério da Saúde incluiu caminhoneiros, motoristas de transportes coletivo e trabalhadores portuários na segunda fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, que tem início no dia 16 de abril. As três categorias se juntam ao grupo prioritário que também contempla doentes crônicos e profissionais das forças de segurança e salvamento.

Devido a alteração, os professores passam a integrar o grupo prioritário da terceira fase, visto que as aulas estão suspensas.

 

 

Casos de Influenza no Brasil

 

Neste ano, até a Semana Epidemiológica 12 (21 de março), foram registrados 204 casos e 19 óbitos por Influenza A (H1N1)pdm09, 181 casos e 17 óbitos por Influenza B e 21 casos e 3 óbitos por Influenza A (H3N2). O estado de São Paulo concentra o maior número de casos de Influenza A (H1N1) pdm09, com 50 casos e 4 óbitos. Em seguida, estão a Bahia (49 casos e 3 óbitos) e o Paraná (21 casos e 5 óbitos). No ano passado, o país registrou 5.800 casos e 1.122 óbitos pelos três tipos de influenza.

 

Onde Vacinar Em Águas Claras

  1. Posto de Vacinação – Rua 14 sul – Águas Claras
    Horário: 7:30 ao 12:00 e das 13:30 às 17:30
  2. Clínica da Família- QS 05 lote 24 – Areal
    Horário: 7:30 ao 12:00 e das 13:30 às 17:30
  3. Há prestadores de serviço particulares.

 

 

 

A meta da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe é vacinar, pelo menos, 90% de cada um desses grupos, até o dia 22 de maio. O dia “D” de mobilização nacional para a vacinação acontece no sábado, dia 9 de maio.

Até esta quinta-feira (2/4), na primeira fase da campanha que começou no dia 23 de março, 15,6 milhões de doses foram aplicadas em idosos,  aos trabalhadores de saúde, foram vacinados 2,6 milhões. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe segue até 22 de maio.

 

 

Faz o seguinte, segue o nosso Instagram. Dessa forma você fica sabendo primeiro DFÁguasClaras

Além disso, para participar do nosso grupo de Whatsapp DFÁguasClaras, envie seu número para [email protected]
(Somente assuntos de Águas Claras).
Grupo DFÁguasClaras no Telegram (Capacidade de 100 mil membros): Envie email solicitando o ingresso [email protected]
DFÁguasClaras – Nossa Cidade Passa por Aqui!
No twitter siga: @DFAguasClaras
Facebook: www.facebook.com/dfaguasclaras 
Youtube: www.youtube.com/dfaguasclaras

Todo projeto do DFÁguasClaras foi pensado de forma compartilhada e comunitária, por isso hoje temos a responsabilidade e o orgulho de ajudar Águas Claras a ser uma cidade melhor.

 

(fonte: https://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/46648-comeca-dia-16-a-vacinacao-para-caminhoneiros-motoristas-de-transporte-coletivo-e-portuarios-2)

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.