Autonomia E Desenvolvimento Infantil

/, Educação, Serviços/Autonomia E Desenvolvimento Infantil

 

 

 

O DF Águas Claras tem a honra de receber a especialista em educação infantil Marise Teixeira para um bate -papo importantíssimo onde abordamos a temática do desenvolvimento da autonomia na infância. Muitas vezes o instinto e o amor nos faz limitar a criança quanto a sua capacidade individual de realização, e com isso tiramos a chance dela viver a experiência do erro, acerto e aprendizagem. Sabendo da importância emocional e física para que a criança se desenvolva de forma saudável convidamos a especialista para nos orientar a respeito deste tema que é origem de dúvidas em tantas famílias.

 

O Que é Autonomia?

Partindo de uma concepção do desenvolvimento do ser humano, a criança é dotada de uma inteligência nata onde desde o início da sua vida, ela seleciona naturalmente experiências úteis e repele outras “desagradáveis”. Podemos afirmar então que a aprendizagem ocorre por meio da interação social, onde os sujeitos trocam idéias e experiências que culminarão na produção de conhecimentos.

Conhecendo esse processo natural da vida humana, a escola precisa estabelecer atividades instigantes que promovam o interesse e a participação ativa das crianças, provocando uma aprendizagem com liberdade, segurança e significado.

O orientador na escola infantil tem papel primordial para o processo expressivo do aluno e deve oferecer um ambiente educacional diverso, rico em possibilidades para que o aluno seja dinâmico, interativo e colaborativo, transcendendo o óbvio. Assim ele estará desenvolvendo autonomia.

Os Primeiros Passos Para a Autonomia 

De 0 a 2 anos a criança está ocupada com atividades espontâneas não diretivas. Nessa fase, o

www.cirandadf.com.br

orientador deve definir uma rotina baseada no tempo e no espaço, que são os eixos orientadores fundamentais.

De 2 anos e meio a 3 anos, a criança já consolidou processos fundamentais que estão relacionados com a tomada de

consciência dela própria. Ela é capaz de reconhecer limites e aderir a escolhas para fazer parte de um grupo. Para isso, segue algumas regras e normas adotadas pela sociedade. Nessa fase, a interação com ambiente torna-se ainda mais relevante, tendo em vista que é quando as crianças acumulam experiências que estruturam todo seu repertório de vivências a ser levado para todos os anos posteriores.

Como Estimular a Autonomia Da Criança No Meio Social?

Permitir que os bebês e as crianças menores de 3 anos vivenciem o prazer de suas pequenas descobertas, dentro do seu próprio ritmo de desenvolvimento tem grande impacto não apenas físico, mas no desenvolvimento de funções psíquicas, como a formação de esquema corporal, a constituição das funções de orientação, as primeiras noções abstratas e as primeiras estruturas do pensamento. Essas habilidades compreendem uma série de competências que os seres humanos possuem para lidar com suas emoções e gerenciar sua própria vida.

A partir de 4 anos de idade, é importante ampliar o conhecimento com valores sólidos para o bom convívio em sociedade – o processo para a construção da personalidade é contínuo.

Incentivar, confiar, orientar, dialogar, observar, mediar e guiar para as melhores escolhas, mas sem decidir por ela, é dar autonomia.

Marise Teixeira

Marise Teixeira

Psicopedagoga e especialista em Educação Infantil

Idealizadora da Ciranda – Espaço Infantil (metodologia Sociointeracionista)

 

 

 

Para saber mais a respeito do trabalho da Marise e conhecer o espaço infantil Ciranda acesse:

www.cirandadf.com.br

Telefone:  (61) 3401-1134

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.