Últimas informações sobre suspeitas de H1N1 em Águas Claras

//Últimas informações sobre suspeitas de H1N1 em Águas Claras

Casos de H1N1 em hospital privado foram motivados por erro de protocolo, diz Saúde do DF

A Secretaria de Saúde negou nesta tarde que esteja havendo novos casos de contaminação pela gripe H1N1.
De acordo com o Secretário de Saúde, Humberto Fonseca, todos os 12 quadros recentes foram diagnosticados pelo mesmo hospital privado, que não teria seguido os protocolos corretos para confirmação da doença:

O Secretário explicou ainda que o Anchieta usou um teste rápido de triagem para fechar os diagnósticos. O exame detecta a presença de vírus da gripe, mas não consegue fazer a classificação do tipo. E é por este motivo que não  é utilizado pela pasta.

A Secretaria de saúde estuda autuar o hospital por causa do erro de protocolo.
Em resposta, o Anchieta informou que os casos suspeitos de Influenza A ou B admitidos no último final de semana  e identificados pelo teste de triagem e que precisavam ser notificados foram repassados para a Vigilância Epidemiológica, conforme protocolo – somente pacientes  com quadro de Síndrome Respiratória Aguda Grave.Três pacientes permanecem internados, sendo que uma criança está na UTI.  Seis pessoas morreram por causa da doença.

Fonte: EBC

DFÁguasClaras: 
O DFÁguasClaras recolhe informações que chegam dos próprios moradores e notas oficiais de escolas da cidade (TEMOS APROXIMADAMENTE 10 CASOS EM SUSPEITA DE GRIPE H1N1 E H3N2) , passamos a informação com objetivo de mantermos os cuidados para não aumentar ainda mais esse número. 

Morador diz no grupo DFÁguasClaras de whatsapp: “Em algumas escolas tiveram casos devidamente registrados pelos responsáveis e divulgados pelas escolas. Na escola da minha filha, por exemplo, na sala dela inclusive, um coleguinha foi diagnosticado e as aulas suspensas ontem e hj. A secretaria de saúde informou que não há necessidade de suspensão das aulas, mas as escolas preferiram assim fazer.”

Morador diz no grupo DFÁguasClaras de whatsapp: “Penso que a falta de informação sobre familiares dessas crianças sejam mais pelo trabalho que dá cuidar de alguém acometido com a doença. Conheço alguém que semana passada esteve acometido pela doença, bem no início (não é de Brasília). As medicações além de serem fortes, ainda provocam fortes náuseas. Imaginem uma criança tendo que tomar uma medicação que vai fazê-la vomitar loucamente. É complicado. Fora que se alguém falasse que é seu filho, a criança enferma depois poderia ficar erroneamente sendo rejeitada pelas outras crianças com medo de contrair a doença (sendo que o período de transmissão é curto). Eu também acredito ser importante a divulgação por órgãos de saúde, mas porque a gente sempre protela a ida ao médico ou se automedica. Graças a Deus essas escolas divulgaram, pois no que dependesse da secretaria de saúde, duvido que alguém tivesse se manifestado.”

Morador diz no grupo DFÁguasClaras de whatsapp “Acho que o informativo oficial de duas escolas é o suficiente para comprovar que não é boato”

Comunicado da Escola Ideal.

Até que saia uma nota oficial pela secretaria de saude do DF, trataremos o assunto como SUSPEITA.

 

 

Já segue nosso Instagram?   DFÁguasClaras 

Para participar do nosso grupo de whatsapp DFÁguasClaras, envie seu número para [email protected] ( Somente assuntos de Águas Claras)
DFÁguasClaras – Nossa Cidade Passa por Aqui
No twitter siga: @DFAguasClaras
Facebook: www.facebook.com/dfaguasclaras 
Youtube: www.youtube.com/dfaguasclaras
Ouça toda terça às 20hs (Web Rádio DFÁguasClaras) o programa Vivendo Águas Claras, um bate papo sempre muito produtivo sobre nossa cidade, sempre com um convidado especial e sorteios de brindes para nossos ouvintes.
Para ouvir basta acessar  www.dfaguasclaras.com.br

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.