Metroviários

/Tag:Metroviários

TRT determina que metroviários em greve voltem ao trabalho dia 18

Os maiores beneficiados serão os mais de 190 mil usuários diários do transporte A direção da Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF) considerou positiva a decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10), que determinou o retorno aos trabalhos, a partir do dia 18/7, dos empregados que estão em greve. Os maiores beneficiados serão os mais de 190 mil usuários diários do transporte, que enfrentam trens lotados e demora na chegada às estações desde o dia 2 de maio. Em

Funcionamento do metrô na greve dos metroviários

Após uma audiência nesta segunda-feira (06) para decidir o futuro da greve dos metroviários, não houve acordo para que ela chegue ao fim porém o Tribunal Regional do Trabalho determinou que seja garantido um número mínimo de empregados para a disponibilidade de trens do Metrô-DF. Confira o horário que as estações funcionarão a partir de agora: Segunda a sexta-feira: 5h30 às 23h30. Haverá 18 trens disponíveis nos horários de pico de segunda a sexta no horário de 6h às 8h45 e de 16h45

Entenda como funcionará a greve dos metroviários

Após a Assembléia no dia 01/05, metroviários entram de greve por tempo indeterminado. As estações só serão abertas nos horários de picos, e após isso serão fechadas. Segundo o Metrô DF a Companhia do Metropolitano do DF lamenta que o Sindicato dos Metroviários tenha orientado a categoria a abandonar as negociações com a deflagração da greve nesta quinta-feira. O horário de funcionamento será de segunda à sexta de 05h30 as 10h30, após esse horário todas as estações serão fechadas e retornarão

GREVE DOS METROVIÁRIOS CONFIRMADA PARA AMANHÃ 02 DE MAIO

22:50HS E O RESULTADO FOI 186 VOTOS A FAVOR DA GREVE E 73 VOTOS CONTRA A GREVE. Isso significa que amanha quinta feira os metroviários estarão em greve. Será parcial ou total? Sempre existe uma determinação judicial de se manter 30% O problema que esse percentual afeta o número de estações a serem abertas e o número de trens em circulação. Nesses casos a justiça determina um número específico de trens e de estações. Mas essa decisão não será tomada nesse momento. Acompanhe nossos stories no instagram

Greve dos metroviários dia 02, vai rolar?

O DF Águas Claras recebeu um comunicado nesta segunda-feira (29) que dizia o seguinte: COMUNICADO Brasília, 29/04/2019 – A Companhia do Metropolitano do DF (Metrô/DF) informa que, após tratativas junto ao Governo do Distrito Federal e atendendo as reivindicações da categoria, propôs a manutenção, em sua integralidade, do Acordo Coletivo de Trabalho 2017/2019 e seus termos aditivos, por mais um ano (01 de junho de 2019 a 01 de abril de 2020). Diretoria Colegiada do Metrô-DF Bom, isso significa que ainda haverá uma tentativa

Em assembleia, metroviários decidem não entrar em greve na segunda-feira

A categoria decidiu cancelar a paralisação após firmar acordo de reajuste salarial com o GDF O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários do Distrito Federal (SindMetrô/DF) decidiu não dar continuidade a greve, marcada para esta segunda-feira (24/9). Em assembleia, os metroviários desistiram da paralisação por causa de acordo firmado com o Governo do Distrito Federal (GDF) e com a Companhia do Metropolitano do DF (Metrô-DF), que prevê o reajuste salarial em cerca de 8% para os trabalhadores. Cerca de 100

Empresas repetem proposta e rodoviários mantêm indicativo de greve

Categoria é contra terceirização e jornada intermitente. Paralisação está marcada para começar segunda (24/9). Metroviários também vão parar Os rodoviários se reuniram com as empresas de ônibus na tarde de quinta-feira (20/9), mas não houve consenso que pudesse dissuadir a categoria de entrar em greve. A paralisação está com início marcado para esta segunda (24/9). Segundo o diretor do Sindicato dos Rodoviários do Distrito Federal, João Osório, as companhias repetiram a última proposta e se recusaram a retirar da pauta a possibilidade de terceirização de

Greves: previsão de caos no transporte público do DF

Por reajuste salarial, metroviários e rodoviários vão cruzar os braços a partir de segunda-feira   A próxima semana promete começar complicada para os usuários do transporte público da capital. A partir da 0h de segunda-feira, rodoviários e metroviários devem paralisar as atividades para reivindicar demandas trabalhistas. Assim, os milhares de cidadãos que dependem desses meios de locomoção ficarão desassistidos. O Sindicato dos Metroviários (Sindmetrô) enumera as pautas descumpridas pela empresa, estabelecidas em acordo: o pagamento do reajuste salarial retroativo prometido em 2015 e