NOTA OFICIAL INFORMATIVA SOBRE GRIPE H1N1 (GDF)

//NOTA OFICIAL INFORMATIVA SOBRE GRIPE H1N1 (GDF)

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL
SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE – SES
SECRETARIA DE VIGILÂNCIA À SAÚDE
NOTA INFORMATIVA SOBRE GRIPE

Em virtude dos recentes rumores de casos de gripe em escolares veiculados pela mídia, a Diretoria de
Vigilância Epidemiológica (DIVEP/SVS/SES/DF) fornece esclarecimentos acerca do tema.
O que é gripe?
Gripe é uma doença viral de transmissão respiratória que acomete o homem todos anos, com aumento
do número de casos durante o inverno.
Pode ser causada por diversos vírus respiratórios, sendo os mais comuns: vírus sincicial respiratório,
influenza B e influenza A, com seus subtipos H1N1 e H3N2, adenovírus, metapneumovírus,
parainfluenza1,2 e 3, rinovírus, bocavírus e outros.
Os principais sintomas são: febre, tosse, dor de garganta, prostração, dor no corpo e, em uma minoria
dos casos, pode evoluir para formas graves, necessitando de internação hospitalar.
A influenza que infecta humanos pode ser do tipo A ou B, ambas com potencial de causar surtos e
epidemias durante a estação sazonal (outono/inverno). Habitualmente, em cada ano circula mais de
um tipo de influenza concomitantemente (exemplo: influenza A (H1N1), influenza A (H3N2) e influenza
B). Uma pessoa pode contrair gripe várias vezes ao longo da vida.
A gripe causada pelo vírus influenza A (H1N1) clinicamente não tem como ser diferenciada dos
outros vírus e segue a mesma recomendação preconizada para todos os tipos de gripe
(acompanhamento médico para tratamento sintomático e repouso para casos sem complicação.
Após avaliação médica, caso necessária, a internação pode ser indicada e/ou o uso de
medicamento antiviral específico).
Como ocorre a transmissão?
A transmissão ocorre por contato de pessoa para pessoa, por meio de gotículas expelidas durante a
fala, tosse ou espirro. Essa disseminação ocorre mais facilmente em ambientes fechados, sobretudo
no inverno, quando as pessoas ficam, por mais tempo, juntas. A transmissão ainda pode ocorrer de
forma indireta ao tocar, com as mãos, uma superfície ou um objeto contaminado com o vírus da
influenza e, em seguida, tocar os olhos, a boca ou o nariz.
Quais são as medidas de prevenção e controle?
Para redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, especialmente a gripe, orientase
que sejam adotadas medidas gerais de prevenção, tais como:
1. Evitar aglomerações e ambientes fechados;
2. Cobrir o nariz e a boca com lenço descartável ao tossir ou espirrar, e descartar o lenço no lixo
após uso (etiqueta respiratória);
3. Lavar as mãos com água e sabão após tossir ou espirrar. No caso de não haver
disponibilidade de água e sabão, usar álcool gel;
4. Lavar frequentemente as mãos, principalmente antes de consumir alimentos;
5. Evitar tocar olhos, nariz ou boca;
6. Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
7. Manter os ambientes bem ventilados, limpos e arejados;
8. Disponibilizar dispensadores de álcool gel nos ambientes, principalmente onde há maior
circulação de pessoas;
9. Intensificar higienização (uso de álcool a 70 ou álcool gel) dos ambientes, principalmente,
maçanetas das portas, torneiras, bebedouros, mesas e cadeiras, bem como objetos que são
compartilhados;
10. Em casos de sintomas gripais, permanecer em afastamento temporário, podendo ser liberado
o retorno às atividades rotineiras, se clinicamente estável, sem uso de antitérmico e sem febre
por 24 horas;
11. Em caso de sintomas gripais em escolares, não suspender as atividades.
Reforça-se que, além das orientações citadas acima, a vacinação é uma das principais medidas
preventivas para influenza.
A vacina contra gripe não está na rotina do Calendário Nacional de Vacinação. Trata-se de uma vacina
de campanha, ou seja, disponível na Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza,
geralmente nos meses de abril e maio, para os grupos mais suscetíveis a desenvolver a forma grave
da doença, de acordo com recomendação do Ministério da Saúde:
 Crianças de 6 meses a menores de 5 anos;
 Gestantes;
 Puérperas (até 45 dias após o parto);
 Trabalhadores de saúde;
 Povos indígenas;
 Indivíduos com 60 anos ou mais de idade;
 População privada de liberdade;
 Funcionários do sistema prisional;
 Professores da rede pública e privada;
 Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis;
 Pessoas portadoras de outras condições clínicas especiais (doença respiratória
crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica,
doença neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e
portadores de trissomias).
Quanto aos possíveis casos suspeitos para influenza A (H1N1) em escolas do DF, até 02/10/2018 não
há confirmação pela vigilância epidemiológica de nenhum caso pelo vírus conforme veiculado na mídia.
Os testes rápidos até então realizados pela rede privada são exames sugestivos ou de triagem para a
influenza A (H1N1 e H3N2). O resultado positivo (reagente) desses testes não confirma o diagnóstico
de H1N1 ou H3N2. Para confirmação, o laboratório deverá coletar novo material e encaminhar ao
Laboratório Central de Saúde Pública-Lacen DF, em meio apropriado fornecido pelo Lacen.
Informa-se ainda que os possíveis casos de gripe em escolas estão sendo investigados pela vigilância
epidemiológica de cada Região de Saúde.
IMPORTANTE:
Quando se observar um aglomerado de casos suspeitos de gripe em um determinado local, a
Unidade Básica de Saúde da região deverá ser informada para as devidas providências.
Contatos:
CIEVS- 0800 6457089
E-mail: [email protected]

FONTE:
GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL
SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE – SES
SECRETARIA DE VIGILÂNCIA À SAÚDE

 

 

Já segue nosso Instagram?   DFÁguasClaras 

Para participar do nosso grupo de whatsapp DFÁguasClaras, envie seu número para [email protected] ( Somente assuntos de Águas Claras)
DFÁguasClaras – Nossa Cidade Passa por Aqui
No twitter siga: @DFAguasClaras
Facebook: www.facebook.com/dfaguasclaras 
Youtube: www.youtube.com/dfaguasclaras
Ouça toda terça às 20hs (Web Rádio DFÁguasClaras) o programa Vivendo Águas Claras, um bate papo sempre muito produtivo sobre nossa cidade, sempre com um convidado especial e sorteios de brindes para nossos ouvintes.
Para ouvir basta acessar  www.dfaguasclaras.com.br

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.