Morre homem acusado de violência doméstica em Águas Claras após resistir a prisão e ser baleado por policiais

//Morre homem acusado de violência doméstica em Águas Claras após resistir a prisão e ser baleado por policiais

Empresário de 35 anos foi atingido por dois tiros na perna. Esposa diz que ação dos agentes foi desproporcional; polícia afirma que suspeito estava ‘alterado e agressivo’.

 

 

O empresário Fabrício César Lima de Lacerda, de 35 anos, baleado na perna por policiais civis após ser acusado de violência doméstica contra a esposa, morreu na noite de sexta-feira (17), no Hospital de Base do Distrito Federal. A informação foi confirmada pela corporação neste sábado (18).

O homem foi atingido por dois tiros na noite de domingo (12), após brigar com a mulher no condomínio onde o casal morava, na avenida Jequitibá, em Águas Claras. Segundo a Polícia Civil, os agentes tiveram de disparar contra o suspeito porque ele estava “alterado e agressivo”, teria resistido à prisão e tentado pegar uma faca para agredir os policiais.

 

A mulher do empresário não quis prestar queixa contra o marido após as agressões e disse que achou a reação dos agentes “desproporcional” (veja mais abaixo).

Neste sábado, a corporação informou que “as investigações do caso estão em andamento e todas as diligências estão sendo realizadas pelos policiais da unidade policial responsável pelo caso”. O caso está sendo apurado pela 21ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga.

No dia das agressões, a polícia foi chamada por vizinhos, que ouviram a briga entre o casal. Segundo testemunhas, eles estavam juntos há cerca de nove anos e já haviam se envolvido em outros episódios de violência doméstica.

Já a mulher disse que o marido a empurrou no elevador durante uma discussão, mas que depois eles entraram em casa e resolveram a situação. Após a chegada dos policiais ao apartamento, o homem teria se trancado no quarto e resistido à prisão.

À ocasião, a esposa disse que pretendia registrar um boletim de ocorrência contra os policiais porque achou a ação da corporação “desproporcional”. Também disse que não faria exames de corpo de delito.

O que diz a Polícia Civil

Já a Polícia Civil disse, em nota divulgada à época, que o suspeito “passou a desacatar os agentes, tentou apropriar-se de uma faca e agredi-los fisicamente, bem como sacar a arma do policial”.

“Em razão do risco oferecido aos agentes e à vítima, restou necessário efetuar disparo de arma de fogo na perna do agressor, sendo ele imediatamente socorrido ao hospital para os primeiros socorros”, diz o texto.

Veja abaixo a íntegra da nota:

“A PCDF, por meio da Assessoria de Comunicação — Ascom, informa que nesse domingo (12), equipe plantonista da 21ª DP foi acionada para atender ocorrência de crime previsto na Lei Maria da Penha, entre marido e mulher, fato ocorrido em um apartamento residencial, em Águas Claras/DF.

No local, os policiais identificaram o autor, de 35 anos, que estava na companhia da esposa, 32, vítima de agressão verbal e física praticada pelo companheiro.

Em razão das circunstâncias do flagrante, os policiais deram voz de prisão ao envolvido, porém bastante alterado e agressivo, ele passou a desacatar os agentes, tentou apropriar-se de uma faca e agredi-los fisicamente, bem como sacar a arma do policial.

Em razão do risco oferecido aos agentes e à vítima, restou necessário efetuar disparo de arma de fogo na perna do agressor, sendo ele imediatamente socorrido ao hospital para os primeiros socorros.

Ressalta-se que a ação policial foi necessária e adequada às circunstâncias fáticas. As cenas da agressão praticada pelo envolvido foram registradas pelo circuito interno do prédio, comprovando a situação flagrancial, caracterizada por violência e grave ameaça à integridade física da vítima.

O envolvido encontra-se internado no Hospital de Base de Brasília. Os policiais foram encaminhados ao IML para exame de corpo de delito. A arma do policial foi apreendida e encaminhada à perícia. A DP apura os fatos.”

Fonte: G1

Faz o seguinte, segue o nosso Instagram. Dessa forma você fica sabendo primeiro DFÁguasClaras

Participe do Canal DFÁguasClaras de notícias e bastidores no TELEGRAM – https://t.me/dfaguasclaras
Além disso, para participar do nosso grupo de Whatsapp DFÁguasClaras, envie seu número para [email protected]
(Somente assuntos de Águas Claras).
Grupo DFÁguasClaras no Telegram (Capacidade de 100 mil membros): Envie email solicitando o ingresso [email protected]
DFÁguasClaras – Nossa Cidade Passa por Aqui!
No twitter siga: @DFAguasClaras
Facebook: www.facebook.com/dfaguasclaras
Youtube: www.youtube.com/dfaguasclaras

Você pode assinar o nosso PODCAST nas principais plataformas de áudio!

Spotify: https://open.spotify.com/show/2nS3gHAS4NacTdNbulW9bv?si=HePXG9zBToWZyZgWeP03fA

Podcast ITunes: https://podcasts.apple.com/br/podcast/df-aguas-claras/id1499932772

Google Podcast: https://podcasts.google.com/?feed=aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vcy9kYmI3ODhjL3BvZGNhc3QvcnNz

Todo projeto do DFÁguasClaras foi pensado de forma compartilhada e comunitária, por isso hoje temos a responsabilidade e o orgulho de ajudar Águas Claras a ser uma cidade melhor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.