Mais um assalto em Águas Claras

//Mais um assalto em Águas Claras

Os frequentes assaltos têm tirado o sono dos moradores de Águas Claras. Ao ponto de as vítimas pedirem ajuda nas redes sociais para encontrar os ladrões e evitar que eles roubem outras pessoas.

Foi o que fez a servidora pública aposentada Mariza do Nascimento, 60 anos. Neste domingo (15/1), ela foi abordada em plena luz do dia, por volta das 8h30, na Rua 25 Norte. Indignada, ela foi atrás de câmeras de segurança próximas ao local do crime, encontrou imagens (veja vídeo abaixo) e as divulgou.

“Eu vi o carro passando, mas não imaginei que eles iriam me assaltar. Quando o rapaz pediu a bolsa, ele colocou a mão para trás, provavelmente para eu pensar que ele estava armado. Como vi que ele estava sem nada, puxei a bolsa e comecei a gritar por socorro”, contou. Tudo em vão, já que o criminoso levou a sacola com o celular e os óculos de grau.

Ela seguia em direção ao terminal do metrô, quando foi abordada. Câmeras de segurança de um condomínio registraram a ação, que durou cerca de 10 segundos. Moradora da cidade há 10 anos, a aposentada afirmou que se sentia segura na região, mas que, agora, vai ficar “mais esperta”. “Vou evitar ficar saindo muito de casa e em horários de pouco movimento nas ruas”, destacou.

Na gravação é possível identificar o carro dos suspeitos estacionando no fim da rua. O Ford Fiesta vermelho é conduzido por um comparsa e, segundo a vítima, também havia uma mulher no banco de trás.

Ela contou que foi registrar a ocorrência nesta segunda-feira na 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga) e ouviu dos agentes que outras pessoas denunciaram ser vítimas do mesmo grupo.

“O nosso objetivo é divulgar o vídeo para o máximo de pessoas. Queremos encontrar esses criminosos e alertar a população para o perigo nas ruas da nossa cidade
Mariza do Nascimento

De acordo com os últimos dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública, de janeiro a outubro de 2016, foram registrados 467 roubos a transeuntes em Águas Claras, o segundo no ranking dos crimes mais cometidos na região. Furtos em veículos lideram com 676 registros.

Medo
Igor Nascimento, filho de Mariza, publicou o vídeo do assalto em um grupo de moradores de Águas Claras no Facebook. Imediatamente outras vítimas relataram mais casos de insegurança. Uma mulher relatou que a amiga foi abordada por assaltantes também no domingo (15).

Ela reproduziu um trecho do depoimento da vítima: “Uma moça deu voz de assalto e me mandou andar e entrar num carro vermelho. Desesperada, corri e fiquei gritando que era assalto. Eles fugiram”.

Outros vizinhos compartilharam o temor que tomou conta da região. “Ando com medo de sair de casa. Até para ir na padaria está dando medo. Quando vou só levo o dinheiro trocado, no máximo R$ 5 ou R$ 10 reais”, disse.

Em outras regiões
A situação de todo o Distrito Federal é preocupante. A cada 15 minutos, um pedestre é roubado na capital federal.Os dados também são da Secretaria de Segurança Pública e Paz Social. Nos 12 primeiros dias deste ano, foram 1.056 crimes dessa natureza pelas ruas do DF contra 1.129 no mesmo período do ano passado.

Os alvos dos bandidos, na maioria das vezes, são os celulares. No balanço divulgado na última sexta (13), os crimes de latrocínio (roubo seguido de morte) aumentaram este ano. Foram quatro casos nos 12 primeiros dias de 2017 contra um, no mesmo período de 2016.

Fonte: Metrópole

DFÁguasClaras – Nossa Cidade Passa por Aqui
Baixe o Aplicativo da cidade de Águas Claras (Grátis)

Participe do Grupo de WhatsApp DFÁguasClaras – Envie nome e telefone para: [email protected]
No twitter siga: @DFAguasClaras
Instagram: DFÁguasClaras
Facebook: www.facebook.com/dfaguasclaras
Site: www.dfaguasclaras.com.br

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.