Cuidados domiciliares pós internação ( Covid – 19 )

/, Notícias da Cidade/Cuidados domiciliares pós internação ( Covid – 19 )

Hoje iremos falar um pouco sobre como cuidar do seu ente querido que venceu a Covid-19 e minimizar possíveis sequelas.

 

Seguimos em mais uma semana com convidadas especiais e, minha convidada de hoje, é a Terapeuta Ocupacional Jeanine S. Duarte. Acompanhe essa entrevista muito bacana e deixe suas perguntas ou depoimentos nos comentários!

 

Nádia: Quero começar perguntando, o que é Terapia Ocupacional?

Jeanine: È uma profissão da área da saúde, que atende reabilitações física ( específicas ), mental, cognitiva e social. Utilizando as atividades de vida diária ( AVD ) e o cotidiano como meio para alcançar a reabilitação.

 

Nádia: Quais as possíveis sequelas que um paciente pode apresentar após uma internação prolongada da Covid-19?

Jeanine: Para responder essa pergunta, devemos pensar em um paciente que não possui doenças de base que foram agravadas pela Covid-19 ( para esse caso seria um outro debate ). O paciente que passa por uma experiência de internação hospitalar prolongada foi retirado de sua rotina, ferindo sua autonomia e independência. Essas restrições afetam consideravelmente o indivíduo. Considerando sequelas pós internação, as alterações mentais podem ser causadas pelo confinamento durante o tratamento. 

 

Nádia: È importante também cuidar da família nesse período?

Jeanine: O grande segredo é orientar a família na construção de um diálogo, ( ouvir e falar ), para que tudo seja reorganizado. As rotinas que foram alteradas pela internação precisam ser reestruturadas dentro do possível ( hábitos, autonomias, horários, hobbies e etc ). Tanto o paciente quanto os familiares sofreram com esse processo de adoecimento.

 

Nádia: O que pode ser feito para ajudar o paciente nesse período pós internação?

Jeanine: Ao voltar para sua casa, o paciente deve gozar de muita conversa, companhia e carinho dos familiares. Pois, nesse momento, os laços serão estreitados, as relações afetivas retomadas pela reaproximação estimulando o fortalecimento mental e social.

Somos seres sociais e, como tais, precisamos de convivência e sentir a sensação de pertencimento. Lembrando que: O distanciamento social orientado, que resguarda a transmissão da Covid-19, não significa abandono, mas cuidado e amor ao outro.

 

Caros amigos e leitores, temos tido evidências de pacientes que após uma prolongada internação, ou até mesmo os que tratam a doença em casa, tem apresentado sequelas não só psicológicas mas também físicas, como cansaço, dor de cabeça, alterações cardíacas, falta de apetite, dificuldade de locomoção, entre outras…

È preciso identificar e tratar tais sintomas para uma plena recuperação. Muitas vezes com acompanhamento de outras especialidades médicas. Ainda não temos estudos que confirmem sequelas definitivas. Mas entendemos que esse período pós internação exige paciência e apoio familiar.

 

Minha convidada de hoje foi Jeanine S. Duarte, Terapeuta Ocupacional formada pela UNB, pós graduada em Saúde da Pessoa Idosa e capacitada pelo SUS no mesmo tema; Medicina tradicional Chinesa (ABA) e Cuidados Paliativos ( Instituto Paliar ). Atua na dedicação exclusiva ao Serviço de Atendimento Terapêutico Ocupacional Domiciliar.

Instagram: terapiaocupacional_jeanine

 

Eu sou Enf. Prof. Nádia Teixeira, e temos um encontro marcado aqui na Coluna Café com Saúde, toda quinta feira a partir das 08h.

Instagram: prof.nadia_cst

 

COMECE SEU DIA COM MAIS SAÚDE E INFORMAÇÃO!

 

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.