Consumo de água nas áreas urbanas do Distrito Federal diminui

/, Notícias da Cidade/Consumo de água nas áreas urbanas do Distrito Federal diminui

Consumo de água nas áreas urbanas do Distrito Federal diminui

O consumo urbano de água no Distrito Federal registrou queda entre os anos de 2013 e 2019. Em 2013, foram consumidos 167.591.442 m³ de água no DF. Já em 2019, o consumo anual foi de 158.200.326 m³, segundo estudo da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), divulgado neste Dia Mundial do Meio Ambiente.

O consumo per capita de água no DF reduziu bastante em comparação às demais unidades da Federação. Em 2013, o Distrito Federal era o quinto estado com maior consumo per capita de água no Brasil. Já em 2018, caiu para a 17ª posição no ranking, registrando 135,2 litros diários por habitante. Observa-se que o principal uso urbano de água no DF é residencial (83,78%), seguido pelos usos comercial (9,50%), público (6,43%) e industrial (0,29%).

Em 2019, o Riacho Fundo II permaneceu como a Região Administrativa com o menor consumo per capita, de 71 litros diários por habitante, enquanto o Lago Sul continuou liderando o ranking, com 396 litros diários consumidos por habitante.

A gerente de Estudos Ambientais da Codeplan, Kassia Castro, reforça a importância da água na garantia dos direitos das populações. “Com todas as mudanças que estamos enfrentando é importante resgatar a importância e o papel central da água como bem comum e de direito universal. Garantir sua preservação e renovação na natureza é essencial para manutenção e qualidade de vida, desenvolvimento econômico e conservação dos mais diversos.

Em julho de 2010, a Organização das Nações Unidas (ONU) declarou que o acesso à água potável e ao saneamento básico é um direito humano essencial. No Distrito Federal, 871.131 domicílios urbanos são atendidos pelo sistema de abastecimento hídrico da capital, o que representa 99% dos lares brasilienses, segundo o estudo “Um panorama das águas no Distrito Federal”.

Das 31 regiões administrativas (à época do estudo, as RAs Arniqueira e Sol Nascente/Pôr do Sol não existiam), 17 possuem cobertura total de fornecimento de água: Águas Claras, Candangolândia, Ceilândia, Cruzeiro, Guará, Itapoã, Planaltina, Plano Piloto, Recanto das Emas, Riacho Fundo I e II, Samambaia, São Sebastião, SIA/Saan, Sudoeste/Octogonal, Taguatinga e Varjão. As RAs com menor cobertura hídrica são Fercal, Jardim Botânico, Lago Norte, SCIA/Estrutural, Sobradinho e Sobradinho II. As maiores demandas por água no Distrito Federal são para uso humano e agrícola.

* Com informações da Codeplan

Faz o seguinte, segue o nosso Instagram. Dessa forma você fica sabendo primeiro DFÁguasClaras

Participe do Canal DFÁguasClaras de notícias e bastidores no TELEGRAM – https://t.me/dfaguasclaras
Além disso, para participar do nosso grupo de Whatsapp DFÁguasClaras, envie seu número para [email protected]
(Somente assuntos de Águas Claras).
Grupo DFÁguasClaras no Telegram (Capacidade de 100 mil membros): Envie email solicitando o ingresso [email protected]
DFÁguasClaras – Nossa Cidade Passa por Aqui!
No twitter siga: @DFAguasClaras
Facebook: www.facebook.com/dfaguasclaras
Youtube: www.youtube.com/dfaguasclaras

Você pode assinar o nosso PODCAST nas principais plataformas de áudio!

Spotify: https://open.spotify.com/show/2nS3gHAS4NacTdNbulW9bv?si=HePXG9zBToWZyZgWeP03fA

Podcast ITunes: https://podcasts.apple.com/br/podcast/df-aguas-claras/id1499932772

Google Podcast: https://podcasts.google.com/?feed=aHR0cHM6Ly9hbmNob3IuZm0vcy9kYmI3ODhjL3BvZGNhc3QvcnNz

Todo projeto do DFÁguasClaras foi pensado de forma compartilhada e comunitária, por isso hoje temos a responsabilidade e o orgulho de ajudar Águas Claras a ser uma cidade melhor.

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.