Ciclofaixa da Castanheiras liberada

//Ciclofaixa da Castanheiras liberada

Ciclistas ganham Ciclofaixa na Av. Castanheiras

ciclofaixa
Ciclofaixa – Av. Castanheiras Foto: Patrícia Rebelo

Hoje, dia 05/01, a Av. Castanheiras foi liberada para circulação das bicicletas na ciclofaixa apesar de ainda não está toda devidamente sinalizada. O Detran começou ontem a colocar a sinalização vertical e horizontal. A ação faz parte do Projeto Mobilidade Ativa, da Secretaria de Gestão e Território e Habitação (Segeth), que tem como meta integrar os ciclistas aos outros meios de transporte em várias regiões administrativas do Distrito Federal.

 Foto:Patrícia Rebelo

Apesar da benfeitoria na cidade as opiniões se divergem sobre o tema há quem não veja sentido na ciclofaixa, há quem diga que não liga nada a lugar nenhum, que não tem segurança e que foi feita no lugar errado. Por outro lado muitos apoiam a iniciativa e acham que com o tempo as coisas vão se ajeitando e as  pessoas irão criar hábito de utilizar a faixa das bikes…

E você, o que pensa a respeito?  Gostou da Ciclofaixa?

Uma pesquisa realizada no perfil do Twitter DFÁguasClaras mostra as divisões de opinião. E aqui foi só dá Av. Araucárias

Ciclofaixa

Então ai vai algumas dicas para que seu pedal seja mais seguro e prazeroso

Iluminação

Nem sempre lembradas como item de segurança, as luzes da bicicleta têm papel essencial. Afinal, é muito mais importante evitar uma situação de risco do que se preparar para sobreviver a ela.

Para poderem ter tempo de reação e desviar de você com segurança, os motoristas precisam vê-lo. E, à noite, quem está numa bicicleta é ainda menos visto por quem está dirigindo. Os refletivos, que a lei obriga a virem com as bicicletas, são de pouca ajuda. Use sempre luz branca na frente e vermelha atrás, para os motoristas saberem rapidamente se você está indo ou vindo.

A luz deve ser piscante, pois a intensidade luminosa das lanternas de bicicleta não é suficiente para se destacar com segurança quando acesas no modo ininterrupto. A luz piscante atrai muito mais a atenção do motorista – e é exatamente esse o objetivo.

Capacete

A condução segura da bicicleta tem um potencial de protegê-lo muito maior que o simples uso do capacete, principalmente se você não pretende fazer manobras arriscadas ou abusar da velocidade. É comum associarmos o uso da bicicleta com esporte radical ou atividade de risco, mas pedalar de forma consciente e sem abusos oferece tanto risco quanto atravessar a rua com cuidado. E, ao contrário da crença popular, capacete não é obrigatório por lei para o ciclista.

Apesar disso, recomendamos seu uso, especialmente para quem está começando, pois a habilidade em se equilibrar mesmo em situações adversas vem com o tempo e a prática. Claro que um capacete diminui a chance de traumatismo craniano, assim como uma joelheira diminuiria a chance de machucar os joelhos (e isso tanto para ciclistas quanto para pedestres que caminham em calçadas mal conservadas). Mas tenha em mente que ele não lhe protegerá dos carros, apenas de você mesmo. Pedale com atenção e cuidado, para não precisar colocá-lo à prova. E importante: não faça bullying com quem prefere não utilizá-lo.

Contramão não

Há várias razões para pedalar na mão correta e todas elas visam sua segurança. São tantos motivos que temos um artigo detalhando esse assunto, mas cito aqui os principais.

Sinalize sempre

É muito importante que os motoristas possam prever sua trajetória, por isso sempre sinalize o que pretende fazer, com sinais de mão. Peça passagem, dê passagem, sinalize que o motorista pode passar quando você decidir esperá-lo, avise quando você for precisar entrar na sua frente (e espere para ver se ele vai parar mesmo).

Sinalize com a mão esquerda em 90º quando for virar à esquerda e com a mão direita quando for virar à direita. Agiar ligeiramente a mão torna o sinal mais visível. Quando for continuar em frente em um local onde muitos carros viram à direita, sinalize com a mão em 45º, pedindo para aguardar, como a Renata Falzoni faz nessa foto. E sempre veja se o motorista vai mesmo te esperar!

Calçada é para pedestres

Se precisar passar pela calçada ou atravessar na faixa de pedestres, o código de trânsito manda desmontar da bicicleta, como os motociclistas (conscientes) fazem (art.68, §1º). E essa lei não é apenas uma regra arbitrária feita por quem nunca andou de bicicleta: há motivos suficientes para não usar a calçada.

Não fure o sinal

Não passe no sinal vermelho com a bike, pois pode aparecer um carro em alta velocidade na transversal e você não conseguir fugir a tempo. Ou pode aparecer um pedestre que estava oculto pelos carros, exercendo seu legítimo direito de travessia. E, mesmo que o pedestre esteja atravessando fora da faixa ou com o sinal aberto para os veículos, é obrigação do ciclista reduzir e aguardar que ele termine a travessia. Nem precisaria ser lei (e é) para que essa fosse a conduta adequada.

Quer mais? Os motoristas se irritam ao ver ciclistas desrespeitando as leis de trânsito. Uma pessoa de má índole atrás do volante pode resolver “puni-lo” mais adiante com uma fina ou fechada, que pode lhe causar ferimentos graves.

Dica: se quiser aproveitar o sinal aberto para os pedestres, desmonte e atravesse caminhando! :D

Fonte: Vadebike.org

 

 DFÁguasClaras – Nossa Cidade Passa por Aqui


Participe do Grupo de WhatsApp DFÁguasClaras – Envie nome e telefone para [email protected]
Baixe grátis o aplicativo DFÁguasClaras

 

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.