‘Bora corRÊ’ pela Renata e contribuir para o tratamento dessa guerreira

//‘Bora corRÊ’ pela Renata e contribuir para o tratamento dessa guerreira
O evento ‘Bora corRÊ’ será no dia 5 de agosto, às 7h, no Parque da Cidade. A corrida terá show da banda M.U.D. e o valor da inscrição (R$49,90) será totalmente revertido para o tratamento da Renata Rangel, que sofreu um AVC em 2015, devido ao uso do anticoncepcional.

 

A ideia é arrecadar dinheiro, por meio das inscrições, para que Renata possa fazer um tratamento com células-tronco na Tailândia que irá ajudá-la a recuperar os movimentos e voltar a correr. O evento será uma ótima oportunidade para atletas profissionais e corredores amadores da capital. Você já pode se inscrever clicando no link abaixo:

https://www.centraldacorrida.com.br/bora-corre

 

Após, confira um pouquinho da história dessa mulher, mãe de dois filhos e moradora aqui da capital.

A professora de educação física e corredora apaixonada, Renata Rangel, sofreu um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVC) no dia 19.02.2015, em decorrência do uso de anticoncepcional. Após vencer diversas barreiras e lutar pela vida, hoje ela encontra-se dependente de cuidados, pois está com tetraparesia (perda parcial da motricidade nos quatro membros), dificuldades na fala e deglutição.

“Ela meche um pouco um braço e um pouco a perna. Mas ela não anda e a voz não sai, devido a lesão no diafragma. Eu me comunico com ela por leitura labial. As sequelas são na parte motora, da fala e deglutição. A gente tem um home care em casa, acompanhamento 24h de enfermeira, fisioterapia todos os dias e fonoaudiologia três vezes por semana”, explica o esposo Rodrigo Brobov. O marido também conta que a Renata estar viva e consciente é uma vitória “o prognóstico era 10% de chance de sobreviver. Segundo os médicos, se ela sobrevivesse iria vegetar ou não iria entender nada que nós falaríamos para ela. Hoje cognitivamente ela é 100%. Esse é o atual quadro da Renata”, nos conta Rodrigo.

Em perfil na rede social, Renata Rangel, comemorou: “Recebemos o diagnóstico que eu jamais respiraria sozinha e hoje fico em pé sozinha durante 20 minutos. Deus é forte. Deus prova e contradiz! Esse poder é superior e eu acredito nele! Vem coisas boas por aí e eu estou pronta para recebê-las”, escreveu Renata, que é ativa nas redes sociais. Ela conversa pelo whatsapp e posta nas redes por meio de uma caneta touch, um tablet e movimentos que ela faz com o pescoço.

“Prepare-se para se emocionar”, é a primeira frase que dita por Adriane Bessa, amiga da Renata, quando entrevistada pela nossa equipe. “Ela é a mais alegre e otimista, super animada e engraçada”, conta Adriane.

O objetivo desta corrida é arrecadar dinheiro, por meio das inscrições, para que Renata possa fazer um tratamento com células-tronco na Tailândia. Por meio desse tratamento, outras pessoas, inclusive a brasileira Lorena, moradora do Mato Grosso, voltou a caminhar. “Quando a Lorena foi pra lá ela não conseguia andar sozinha. Agora já está bem diferente, depois de três meses, ela de volta ao Brasil ela dá os primeiros passos sem ajuda e recomeça a viver novamente”, diz o repórter Tiago Terciotty. Este tratamento é oferecido pelo Beike Biotechnology, na cidade de Bangkok e custa 200mil reais. Nos vemos lá!

 

 

Juntos, podemos fazer uma cidade melhor! Vamos participar!!!
Para participar do nosso grupo de whatsapp DFÁguasClaras, envie seu número para [email protected] ( Somente assuntos de Águas Claras)
DFÁguasClaras – Nossa Cidade Passa por Aqui
No twitter siga: @DFAguasClaras
Instagram: DFÁguasClaras
Facebook: www.facebook.com/dfaguasclaras 
Youtube: www.youtube.com/dfaguasclaras
Ouça toda terça às 20hs (Web Rádio DFÁguasClaras) o programa Vivendo Águas Claras, um bate papo sempre muito produtivo sobre nossa cidade, sempre com um convidado especial e sorteios de brindes para nossos ouvintes.
Para ouvir basta acessar  www.dfaguasclaras.com.br

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.