camila

/Camila

About Camila

This author Camila has created 51 entries.

Menos celulares e mais tempo em família

  Menos Celulares E Mais Tempo Em Família        Atualmente lidamos com inúmeras famílias que precisam manter suas crianças conectadas a uma tela por longos períodos ao longo do dia, como se aquilo fosse uma pílula mágica capaz de acalmar nossos pequenos selvagens. Mas será mesmo que o uso de telas e o contato precoce com a tecnologia é tão indispensável assim?     “O que a informação consome é bastante óbvio. Consome a atenção de quem a recebe. Consequentemente, uma grande quantidade de informação cria

Autonomia E Desenvolvimento Infantil

     O DF Águas Claras tem a honra de receber a especialista em educação infantil Marise Teixeira para um bate -papo importantíssimo onde abordamos a temática do desenvolvimento da autonomia na infância. Muitas vezes o instinto e o amor nos faz limitar a criança quanto a sua capacidade individual de realização, e com isso tiramos a chance dela viver a experiência do erro, acerto e aprendizagem. Sabendo da importância emocional e física para que a criança se desenvolva de forma saudável

MAMA MIA 2 – LÁ VAMOS NÓS DE NOVO !

  Após dez anos de espera chega ao cinema  dia 2 de agosto MAMA MIA 2 – LÁ VAMOS NÓS DE NOVO. Pra começar, Meryl Streep não está no filme. Só isso já me fez ficar com vontade de ir embora  logo nos primeiros cinco minutos de exibição, quando a gente descobre que a personagem Donna morreu. Como assim ?? Sem ela não tem a menor graça, afinal, Meryl brilhou na primeira versão e levou o longa sozinha com seu talento. Os roteiristas

” 50 SÃO OS NOVOS 30″

  Fui ver essa comedia francesa e achei tão despretensiosa quanto o roteiro que ela apresenta. Marie Francine é uma mulher de 50 anos que é abandonada pelo marido. Aquele chavão clássico do homem mais velho que a troca por uma mulher mais nova provavelmente pra testar sua masculinidade, e pra piorar perde o emprego. Sem onde morar e sem dinheiro pra se sustentar, não tem outra saída a não ser voltar a morar com os pais. E é a partir dessa

“A Noite Do Jogo”

  Hoje fui ao cinema assistir “A Noite do Jogo”, uma comédia de humor negro que vai te divertir. O casal Max (Jason Bateman) e Annie (Rachel Mc Adams) é super competitivo. Eles passam noite e noites tentando vencer as competições e jogos que organizam em casa com seus amigos. Eles brincam de mímica, Imagem e Ação, War, O jogo da vida, Banco imobiliário e sempre se divertem sem nunca deixar a competição de lado. Até o dia que o irmão bem sucedido

“Ella e John”

Confesso que fui ao cinema esperando mais um filme americanóide, desses produzidos só para fazer bilheteria e dar lucro. Fui porque Helen Mirren e Donald Sutherland estão no elenco. E me surpreendi com a delicadeza e, ao mesmo tempo, a dureza da narrativa. Ella (Helen Mirren) e John Spencer (Sutherland) são casados e tem dois filhos adultos. Um dia eles resolvem tirar da garagem o velho furgão da família e botar o pé na estrada, sozinhos, com o sonho de chegar 

“LADY BIRD”

“Lady Bird” O mais legal do filme, ao final das contas, é o fato de ser o primeiro longa dirigido pela musa do cinema independente americano Greta Gerwig e ter dado certo justamente porque ela não se arriscou. Nada de cenas ou cortes mirabolantes ou reinventar a roda. Por isso funcionou direitinho. O roteiro, escrito por ela também, conta a história de Christine “Lady Bird” McPherson (Saoirse Ronan), uma típica adolescente que está cursando o último ano do ensino médio e

“A Forma da Água”

“A Forma da Água” Uma das coisas que eu mais gosto é sair da sessão de cinema feliz com o filme que acabei de assistir. Hoje foi uma dessas vezes. “A Forma da Água” é uma delícia e eu explico o motivo. Em primeiro lugar o diretor mexicano Guilherme Del Toro, assim como seus conterrâneos Alfonso Cuarón e Alejandro Iñárritu, está com a bola toda este ano. Isso me faz pensar que o México tem produzido artistas capazes e talentosos há algum

Me Chame Pelo Seu Nome

“Me Chame Pelo Seu Nome” (baseado no romance homônimo do egípcio André Aciman) Elio (Timothée Chalamet) tem 17 anos e é filho de um casal de intelectuais. Em casa ele fala francês, italiano e inglês com naturalidade. O pai dele (Michael Stulhbarg), professor e especialista em cultura greco romana, sempre recebe alunos em sua casa de férias localizada em algum lugar no norte da Itália. No verão de 83 o convidado é Oliver (Armie Hammer), acadêmico, bonito, americano e aluno do

“Roda Gigante”

Ir ao cinema assistir um filme novo de Woody Allen já é um acontecimento. Goste ou não do trabalho do diretor, não dá para sair impassível da sala. Mesmo sabendo que a fórmula vai se repetir uma, duas, três ou mil vezes, os filmes de Allen são uma delícia de ser ouvir. E se ver, porque a fotografia é sempre um capítulo à parte. “Roda Gigante”, seu último trabalho que estreou nos cinemas este mês, está mais para drama do que